Quer achar algo?

Google

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Brincando


Vamos brincar de ser feliz

brincar de mãos dadas,
correr na areia, procurar desenhos nas nuvens
olhar constelações no céu.

Vamos brincar, de roubar beijos
te carregar no colo..
ou nos ombros, como cavalinho
vamos brincar, de sorrir.

Vamos brincar, de amar
só nos dois, em nosso cantinho
brincar até transpirar, até nos lambuzar
para exaustos, adormecer, juntinhos.

Vamos sonhar,
juntinhos, com nosso amor.
com nossas brincadeiras.
com nossa felicidade, a dois.

domingo, 26 de julho de 2009

Sonhar


Como um sonho
onde tudo pode acontecer
onde podemos voar nas nuvens
brincar na água.

Como num sonho
de mãos dadas, mergulhar na areia
deitar sobre a água,
caminhar nas nuvens,
te entregar as estrelas.
dançar na lua, como palco.

Ah!!! Como é bom sonhar
nos sonhos, as coisas acontecem
no sonho, os desejos se tornam realidade
e o desejo, de tornar realidade o sonho.

Sonhar
de olhos abertos, sem precisar dormir
ou dormindo, aquele que você não quer acordar.
Sonhar, e poder realizar..
ou sonhar, sem querer acordar.

quinta-feira, 23 de julho de 2009


Te estendo minhas mãos,
Te espero, para viver nosso sonho..
o tempo passará, e eu continuarei a esperar.

Te espero, de mãos estendidas,
de braços abertos..
Espero pro nosso sonho,
aquele que sonhamos a dois.

Sonhar...
De mão dadas, abraços
desenhando na areia,
observando a lua, lá distante
nossos beijos, sonhando...

Te espero,
de braços abertos
mãos estendidas
coração entregue

Te ofereço,
o maior amor do mundo
o maior que já senti,
uma vida, que quero pra nós.

quarta-feira, 15 de julho de 2009

Sem palavras


As palavras não saem
os versos não aparecem
não rimam, não convergem

As rimas não querem rimar
as palavras, não querem significar
a poesia, não quer versar.

colapso..
Não existe uma palavra maior que amor
ou não existe uma palavra que o descreva
ou será que não existe uma descrição?

Amor..
pura e simplesmente.

quinta-feira, 9 de julho de 2009


“Amar é uma mistura de alegria e medo; de paz por um lado e ameaça de guerra pelo outro. É pensar que a felicidade tem nome e endereço. É temer não estar à altura. É sofrer tanto quanto querer.”

Bruno Campel

Eu acho que é inegável que todos nós temos medo do desconhecido, medo de sofrer, de errar. E quando amamos, passamos a ter medo de fazer a outra pessoa sofrer, passamos a ter medo de ser rejeitado.

Sempre tentamos controlar as coisas à nossa volta, sempre tentamos responder as perguntas, entender tudo, antes de darmos mais um passo, antes de seguirmos em frente em qualquer coisa.

Mas, temos de dar o braço a torcer e aceitar, que o futuro é imprevisível, que seres humanos, relações humanas, a vida, é imprevisível.

No amor, então, esse medo se amplia mais ainda. O medo de errar, de sofrer, de se entregar demais, se entregar de menos, de estar confundindo o sentimento, o medo de ir mais adiante, o medo de a outra pessoa não estar tão envolvida quanto você, o medo de que por alguma coisa que façamos, o sentimento mude, às vezes, o medo de levar uma relação adiante, o medo de errar e sofrer novamente. São tantos medos, que às vezes, dá medo amar.

Mas, acho que fazemos a pergunta errada, nessa questão... nos perguntamos: “Será? “ Quando na verdade, deveríamos estar perguntando: “Eu quero?”. Se queremos nos entregar, se queremos ir adiante, se queremos nos doar, se queremos amar, temos de tentar, temos de nos arriscar. Não dá pra saber se daria certo, se não tentar, não dá pra saber se existirá o “felizes para sempre”, se você não tentar o “Felizes agora”.

Antes, os seres humanos tinham medo do eclipse, tinham medo de navegar pra longe, e cair no canto da Terra, alguns tinham medo do Sol, outros o adoravam como divindade. O ser humano sempre temeu o desconhecido, mas se não tivessem tido a coragem de se arriscar, ainda estaríamos em cavernas, nos escondendo cada vez que a lua passasse em frente ao sol, ou desse algum raio numa tempestade.

Não podemos ter medo de tentar, medo de amar. Não podemos deixar nossos corações na era das cavernas, precisamos navegar e descobrir novos mundos, temos de fazer o que nosso coração pede, pois ele sabe, quando se ama verdadeiramente, e que o amor supera qualquer medo. Principalmente, não podemos ter medo de trocar o comodismo, por algo que, realmente, queremos, não podemos ter medo de arriscar, quando sabemos que é nosso coração quem quer.

Lembrem-se, quem arrisca a ganhar, pode perder, mas quem não arrisca, já perdeu.

E, o amor, é alegria e medo, é dor que desatina sem doer, nos faz rir e chorar, nos faz viver e morrer.

quarta-feira, 8 de julho de 2009

Conselhos de um velho apaixonado


de Carlos Drummond de Andrade

Quando encontrar alguém
e esse alguém
fizer seu coração parar de funcionar por alguns segundos,
preste atenção:
pode ser a pessoa mais importante da sua vida.
Se os olhares se cruzarem e, neste momento,
houver o mesmo brilho intenso entre eles,
fique alerta:
pode ser a pessoa que você está esperando
desde o dia em que nasceu.

Se o toque dos lábios for intenso
e se o beijo for apaixonante,
e os olhos se encherem d'água neste momento,
perceba:
existe algo mágico entre vocês.

Se o primeiro e o último pensamento do seu dia
for essa pessoa,
se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração,
agradeça:
Algo do céu te mandou um presente divino:
O AMOR.

Se um dia tiverem que pedir perdão um ao outro
por algum motivo e, em troca,
receber um abraço, um sorriso, um afago nos cabelos
e os gestos valerem mais que mil palavras,
entregue-se:
vocês foram feitos um pro outro.

Se por algum motivo você estiver triste,
se a vida te deu uma rasteira
e a outra pessoa sofrer o seu sofrimento,
chorar as suas lágrimas e enxugá-las com ternura,
que coisa maravilhosa:
você poderá contar com ela
em qualquer momento de sua vida.

Se você conseguir, em pensamento,
sentir o cheiro da pessoa
como se ela estivesse ali do seu lado...

Se você achar a pessoa maravilhosamente linda,
mesmo ela estando de pijamas velhos,
chinelos de dedo e cabelos emaranhados...

Se você não consegue trabalhar direito o dia todo,
ansioso pelo encontro que está marcado para a noite...

Se você não consegue imaginar,
de maneira nenhuma,
um futuro sem a pessoa ao seu lado...

Se você tiver a certeza
que vai ver a outra envelhecendo e,
mesmo assim,
tiver a convicção que vai continuar louco por ela...

Se você preferir fechar os olhos,
antes de ver a outra partindo:
é o amor que chegou na sua vida.

Muitas pessoas apaixonam-se muitas vezes na vida,
mas poucas amam ou encontram um amor verdadeiro.

Às vezes encontram e,
por não prestarem atenção nesses sinais
deixam o amor passar,
sem deixá-lo acontecer verdadeiramente.
É o livre-arbítrio.

Por isso, preste atenção nos sinais.
Não deixe que as loucuras do dia-a-dia
o deixem cego
para a melhor coisa da vida:

O AMOR !!!


Não deixe o amor passar, ame sem medo..
Esse é o sentimento mais lindo que existe, principalmente quando os dois querem, quando os dois se completam.

Pense

"Lembrar é fácil para quem tem memória. Esquecer é difícil para quem tem coração."
Shakespeare

Climatempo

Angel

02/07/08

De almas sinceras a união sincera
Nada há que impeça: amor não é amor
Se quando encontra obstáculos se altera,
Ou se vacila ao mínimo temor.
Amor é um marco eterno, dominante,
Que encara a tempestade com bravura;
É astro que norteia a vela errante,
Cujo valor se ignora, lá na altura.
Amor não teme o tempo, muito embora
Seu alfange não poupe a mocidade;
Amor não se transforma de hora em hora,
Antes se afirma para a eternidade.
Se isso é falso, e que é falso alguém provou,
Eu não sou poeta, e ninguém nunca amou.

William Shakespeare