Quer achar algo?

Google

quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

Ano novo


Você colocou seu sapatinho na janela?
Ficou esperando o papai noel?
Mandou cartinha pra ele?
Pelo menos, fez um pedido?

Era tão bom, ter sonhos..
Agora ninguém mais quer sonhar, e se sonha, não o tenta realizar.
Você parou pra pensar que hoje é natal? O que significa essa data de hoje? Ou o que ela já significou pra você?
Ou apenas a viu, como um dia de descanso do trabalho? Ou um dia pra rever a família.

Pô, o ano tem 365 dias, e tu só se lembra da família em 1?

O ano está acabando.. tente começar um ano, realmente, novo.
Um ano pra tentar realizar seu sonho, ou correr atrás dele.
Coloque seu sapatinho na janela agora, hoje o seu presente não vem de um dia pro outro, você já aprendeu que seu presente pode demorar um pouco pra chegar, mas chega.
Faça um ano pra viver, não apenas trabalhar, ou se preocupar.
Se preocupe sim, mas se preocupe também em ser feliz, em viver, se divertir, amar. Todo mundo se preocupa com tudo, menos consigo mesmo, com seus sonhos, com sua felicidade, com o que você realmente quer.

Viva o ano, não espere chegar o final pra tentar salvá-lo. Não o lamente, tente mudá-lo.

Feliz Natal a todos.
E um Feliz Ano, realmente, Novo.

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Só pra dizer que te amo...




Não precisa sonhar
basta vir aqui
chegar pertinho
olhar nos meu olhos..
Não se assuste, estou só pegando sua mão
sentindo o calor do seu toque
a alegria da sua alma, em seus olhos.

Minha boca vai chegar pertinho da sua
pra te mostrar que não é só no sonho
pra você sentir que é real
pra você ouvir meu sussurro:
Te amo!

Pense

"Lembrar é fácil para quem tem memória. Esquecer é difícil para quem tem coração."
Shakespeare

Climatempo

Angel

02/07/08

De almas sinceras a união sincera
Nada há que impeça: amor não é amor
Se quando encontra obstáculos se altera,
Ou se vacila ao mínimo temor.
Amor é um marco eterno, dominante,
Que encara a tempestade com bravura;
É astro que norteia a vela errante,
Cujo valor se ignora, lá na altura.
Amor não teme o tempo, muito embora
Seu alfange não poupe a mocidade;
Amor não se transforma de hora em hora,
Antes se afirma para a eternidade.
Se isso é falso, e que é falso alguém provou,
Eu não sou poeta, e ninguém nunca amou.

William Shakespeare